Posts Tagged ‘furb

Falta uma semana para a abertura da nova exposição de Nestor Jr.

leave a comment »

Anúncios

Written by Marina Melz

abril 6, 2010 at 9:45 AM

Lembranças do Meu Mar, de Nestor Jr., abre temporada de exposições na Furb

leave a comment »

Sr. Peixe Pitangas | Nestor Jr.

Ondas suaves. Tons de Azuis. Disformidades bonitas de se ver. Imperfeições harmônicas. Poderíamos estar falando do mar. E estamos: das Lembranças do Meu Mar, nova série do artista plástico Nestor Jr., que terá sua primeira exposição a partir do dia 13 de abril, na Galeria Angelim – Biblioteca Central da Universidade Regional de Blumenau (Furb). A abertura da temporada está marcada para as 20h, com show especial do compositor Pochyua Andrade.

Estarão expostas quinze obras inéditas de Nestor Jr. produzidas no início deste ano, que integram o projeto contemplado pelo Edital Elisabete Anderle, do Governo do Estado de Santa Catarina.  As obras de Lembranças do Meu Mar, explica o artista plástico, representam o final de um ciclo. Todos os trabalhos feitos até hoje, exceto Café e Aquarela (2009), foram uma grande sequência de lembranças da sua infância, nas cidades litorâneas catarinenses.

“Mesmo que o mar não apareça apenas no sentido literal, está também, por exemplo, nos olhos encharcados da minha mãe esperando meu pai voltar da pescaria”, completa Nestor Jr., mostrando que as metáforas a respeito do mar também fazem parte das suas telas.

A exposição deve passar ainda por Itajaí e Florianópolis. Em Blumenau, a visitação estará aberta ao público até o dia 2 de maio, de segunda à sexta das 7h30 às 22h30 e sábados das 7h30 às 17horas.

SOBRE NESTOR JR.

Nestor Jr. é um dos artistas plásticos mais respeitados entre os novos nomes das artes de Santa Catarina. Seus contornos e formas são reconhecidos por todo o país, além de se destacarem em veículos de mídia nacionais e internacionais. Em 2009 participou de uma exposição coletiva na Galeria Espai Cromàtic, na Espanha.

Quem vê Nestor Jr. preenchendo suas telas com as cores e formas já características, percebe que o processo de criação do artista é natural. As linhas surgem das mãos com sinceridade, e os temas – com o sexo e os olhos sempre em destaque –, mostram o prazer e a perturbação de se ilustrar um corpo humano que ama e vê.

Written by Luise Tietjen

março 29, 2010 at 12:43 PM