Posts Tagged ‘oficina

1º BaZARTE no Núcleo Experimental de Formas Animadas

leave a comment »

Written by Luise Tietjen

setembro 10, 2010 at 1:14 PM

Itajaí recebe ícones da tradição oeste-africana

leave a comment »

Fanta Konatê e Troupe Djembedon apresentam espetáculo e oficinas de  percussão e dança africana

 Itajaí será o ponto de encontro entre Brasil e África: os timbres de instrumentos ancestrais e seus ritmos contagiantes, as danças, o resgate da tradição e o simbolismo da etnia Malinkê estarão ligados ao universo cultural brasileiro e serão apresentados por Fanta Konatê e a Troupe Djembedon em forma de espetáculo e oficinas nos dias 14 e 15 de junho na cidade.

Fanta Konatê e Troupe Djembedon

Fanta Konatê (www.fantakonate.com) é cantora e bailarina da etnia Malinkê da Guiné, filha de um dos maiores mestres percussionistas da África, Famoudou Konatê. Está no Brasil há sete anos à frente do Instituto África Viva (http://www.africaviva.org.br/), em São Paulo, espécie de embaixada da cultura guineana no país. Em 2007 lançou seu primeiro CD em parceria com o percussionista Petit Mamady, Djumbafedeá (pôr do som, em português) e, desde então, apresenta-se pelo país com o espetáculo Juramadén: A Diáspora da Luz, acompanhada pela Troupe Djembedon.

A Troupe Djembedon é formada por percussionistas brasileiros e liderada pelo marido de Fanta Konatê, Luiz Kinugawa. As apresentações do grupo incluem tambores típicos como os Dununs (tambores de base), Balofon (cujo nome significa bala=rio e fon=som), Bolon (espécie de contrabaixo africano) e o Djembê (tambor em forma de taça) adotado em vários países como um instrumento de expressão musical versátil e completo – considerado elemento vital para valorização da herança africana.

Espetáculo Juramadén: Diáspora da Luz

O espetáculo Juramadén: Diáspora da Luz traz ao palco vários ingredientes e informações das manifestações africanas, riqueza visual, ritmo e sonoridade. Resultado da união entre voz, dança e tambor, o trabalho apresenta-se como uma fonte de conhecimento e contemplação das temáticas da cultura Malinkê.  Em Itajaí, o show acontece no dia 15 de junho, às 21 horas, no Teatro Adelaide Konder da Univali. Os ingressos custam 20 reais e podem ser adquiridos no Conservatório de Música Popular de Itajaí ou no Setor de Arte e Cultura da Univali.

Oficinas de Percussão e Dança africana

Já as oficinas de percussão e dança africana estão marcadas para os dias 14 e 15 de junho, nos seguintes horários: segunda-feira (14) das 13h as 16 e 19h30min às 22h30min; terça-feira (15) das 13h às 16h. As inscrições têm o valor de 50 reais e podem ser feitas no site www.conservatoriodeitajai.com.br. O objetivo principal dos encontros é possibilitar que os aluno­s vivenciem a música e a dança africana, com noções básicas e intermediárias da prática, de maneira lúdica e integrada. Ao final das aulas, os participantes das duas oficinas vão juntar-se para um momento de integração entre percussão e dança, tendo uma noção de como é realizado um encontro típico da tradição malinkê. As oficinas não têm público alvo específico justamente por estar aberta ao público interessado, assim como estudiosos do tema.

Tradição africana em Itajaí

O evento Fanta Konatê e Troupe Djembedon em Itajaí é a efetivação de uma etapa do projeto Djembefola que está em atividade desde 2009 na região. Trata-se de um grupo de estudos de ritmos africanos e da cultura do djembê, que desenvolve atividades no Conservatório de Música Popular de Itajaí. A iniciativa tem o objetivo, também, de formação de um grupo de dança no sub-projeto Dança dos Povos, criando um paralelo entre as duas ações, que inseridas na cultura oeste-africana são inseparáveis.

É a primeira vez que estas atividades chegam à cidade através de um projeto cultural, para incentivar e integrar o movimento da tradição africana e dos grupos de percussão que cada vez mais reforçam suas atuações na região. Eduardo Moore, popularmente conhecido como Tiriba, pesquisador e musicista especializado em percussão popular, coordenador do projeto Djembefola, explica a importância do momento: “Após alguns anos de tentativas, articulações e muito trabalho, pela primeira vez é concedido à cidade de Itajaí a oportunidade imperdível de presenciar um espetáculo de música africana como esse, com músicos conceituados. É um show que transcende os padrões de conhecimentos musicais aos leigos, e transporta o espectador para uma realidade distante e ancestral. Além, claro, de promover o contato direto com os profissionais dessa cultura através das oficinas de dança e percussão”.

Conta com a parceria da Fundação Cultural de Itajaí, do Conservatório de Música Popular de Itajaí, do SESC Itajaí, do Setor de Arte e Cultura da Univali, da Teconvi, da SearaBraskarne, do Restaurante Univital, da Cópia e Cia Pró Banner, da Batuque Comunicação e do Café Maestro.

Serviço:

Espetáculo Juramadén – a Diáspora da Luz

Dia 15 de junho, às 21 horas, no Teatro Adelaide Konder da Univali – Campus Itajaí.
Ingressos: 20 reais, à venda no Conservatório de Música Popular (Rua Felipe Raiser, 200, São João) e no Setor de Arte e Cultura da Univali (Rua Uruguai, 458, Bloco 9, Campus Itajaí).

Oficinas de Percussão e Dança Africana

Dia 14 de junho, das 13h às 16h e 19h30min às 22h30min – Univali Campus Itajaí.
Dia 15 de junho, das 13h às 16h – Univali Campus Itajaí.

Locais: Percussão: Bloco 26 (Curso de Música da Univali), sala 206.
Dança: Sala de Multiuso 2, Ginásio de Esportes da Univali.
Inscrições: 50 reais, efetuadas pelo site www.conservatoriodeitajai.com.br

Palestra Gratuita sobre Tradição Malinkê

Dia 16 de junho, às 14 horas – SESC Itajaí, Avenida Marcos Konder.

Mais informações:

Conservatório de Música Popular de Itajaí  (47) 3344-3895
Eduardo Moore (47) 9974-3982

Ponto de Cultura NEFA divulga calendário de atividades para o mês de junho

leave a comment »

Entre as ações estão as oficinas de clown e maracatu, parceria com o projeto Palco Giratório, além da programação de apresentações na Virada Cultural da cidade.


Joe, personagem de "Coragem para Quem tem Medo"

As atividades do Ponto de Cultura NEFA – Núcleo Experimental de Formas Animadas vão entrar em ritmo de maratona cultural durante o mês de junho. Com a proposta de integrar manifestações artísticas da região e promover parcerias com grupos e iniciativas que estejam interessadas em utilizar o reformulado espaço cultural da Rua Eurico Adam, centro de Itajaí, o projeto foi aprovado pelo Governo Federal para atuar durante três anos na cidade. Prova de que as ideias já saíram do papel é a programação artística fechada para o próximo mês, envolvendo curso clown, apresentação de teatro, participação na Virada Cultural que comemora o aniversário da cidade e encontro dos batuqueiros para estudo de maracatu.

Em parceria com o SESC Itajaí o espaço do NEFA vai receber a oficina Aprofundamento na Arte do Clown (Que quero dizer?) entre os dias 1 e 9 de junho. O ministrante é o diretor, ator e palhaço espanhol, radicado em Santa Catarina e diretor do Grupo Pé de Vento, Pene Nuñes. Os encontros estão marcados das 18h às 23h e pretendem trabalhar a arte de improvisação em clown. As inscrições, que estão abertas no valor de 80 reais para o público em geral e 60 reais para comerciantes, podem ser feitas no SESC Itajaí da Avenida Marcos Konder.

O projeto Palco Giratório do SESC vai, pela primeira vez, sair das coxias do Teatro Municipal e aportar na sede do Ponto de Cultura, em Itajaí. A apresentação do espetáculo Filhas da Mata, que vem de Rondônia para atuar na cidade, acontece no dia 8 de junho, às 20 horas. A proposta da peça é receber o público entre as cenas que vão circular nas instalações e espaços cênicos espalhados pela sede do NEFA. A entrada é gratuita e os ingressos limitados podem ser retirados na secretaria do SESC Itajaí, em horário comercial.

Já nos dias 14 e 15 de junho a Cia Manipuladora de Formas Etc e Tal, do diretor Cidval Batista Jr, coordenador  do Ponto de Cultura, sobe ao palco da Praça Vidal Ramos, em frente é Igrejinha da Imaculada Conceição,  para integrar a programação da Virada Cultural de Itajaí, que comemora os 150 anos de aniversário da cidade com manifestações artísticas e culturais em diversos pontos. O espetáculo infantil Um Dia será apresentado dia 14, às 14h e às 18h; Já As incríveis histórias de Joe em: coragem para quem tem medo, de público infantil e adolescente, será apresentado dia 15, às 15h e às 19h. Programa gratuito.

A oficina de Maracatu e Ritmos Africanos, que estava marcada para o início do mês de junho, foi transferida para os dias 18, 19, 20, 21 e 23 . O batuque acontece sob as ordens do Mestre Tiriba – professor do Conservatório de Música Popular de Itajaí. O público alvo é tanto de percussionistas que queiram aperfeiçoar e trocar experiências na prática do Maracatu, quanto a comunidade em geral que esteja interessada em conhecer os ritmos da tradição africana. As inscrições gratuitas e com vagas limitadas seguem abertas e podem ser feitas na secretaria do NEFA, das 14h às 18horas. Os encontros acontecem sempre das 19h às 22h, no espaço de ensaios do NEFA.

PEPE NUÑES

Pepe Nuñez desenvolve pesquisa na arte do clown desde 1992, quando começou sua formação viajando pelo mundo e conhecendo mestres como Gabriel Chamé (Argentina), José Ramon Jimenez (Espanha), Django Edwards (EUA), Ângela de Castro (Brasil/Inglaterra), Sue Morrison (Canadá), entre outros.

CIA ETC E TAL

Fundada em 1999, a Cia Manipuladora de Formas Etc e Tal tem o objetivo de estudar o fazer teatral, a manipulação corporal por meio de técnicas do teatro contemporâneo – com a participação em festivais, seminários, cursos e oficinas que tratassem do tema –,  a aplicação do trabalho aos corpos externos (bonecos) e objetos do cotidiano que possam ser animados. Com uma série de espetáculos apresentados e premiados em festivais nacionais, a Cia é comandada pelo ator e diretor Cidval Batista Jr. Há três anos trabalha com o projeto “Popularização Teatral”, com o intuito de levar espetáculos gratuitos para os Centros de Educação Infantil (CEIs) que se encontram em áreas de risco da cidade. Mais informações pelo email etcital@bol.com.br

NEFA

Ponto de Cultura NEFA – Núcleo Experimental de Formas Animadas, com sede no centro da cidade e atuação em escolas e demais espaços culturais da região. O projeto, coordenado pelo diretor e ator Cidval Batista Jr., pretende ser um ambiente para incentivar e abrigar manifestações culturais de todas as vertentes: do teatro à capoeira, passando pelas artes plásticas, música, dança, circo, formas animadas e demais expressões da cultura popular. O espaço do NEFA está disponível para professores ou grupos da região que queiram realizar seus cursos e ensaios.

Para isso, basta entrar em contato com a coordenação do Ponto de Cultura pelo telefone (47) 4105-0665. Ou dirigindo-se pessoalmente à sede do Ponto de Cultura NEFA, na rua Eurico Adam, nº 118, próxima ao Angeloni da Rua Brusque. Horário de atendimento: das 14h às 18h.

Para ver o serviço deste relise, clique aqui. Leia o resto deste post »

Written by Luise Tietjen

maio 29, 2010 at 12:01 AM

Ponto de Cultura inicia atividades na próxima semana em Itajaí

leave a comment »

O projeto da Cia Etc. e Tal foi aprovado pelo Governo Federal para
funcionar por, no mínimo, três anos na cidade.

A segunda-feira, 17 de maio, marca o início oficial das atividades do itajaiense Ponto de Cultura NEFA – Núcleo Experimental de Formas Animadas, com sede no centro da cidade e atuação em escolas e demais espaços culturais da região. O projeto, que é coordenado pelo diretor e ator Cidval Batista Jr., pretende ser um ambiente para incentivar e abrigar manifestações culturais de todas as vertentes: do teatro à capoeira, passando pelas artes plásticas, música, dança, circo, formas animadas e demais expressões da cultura popular.

Já de 17 a 21 de maio acontece no Lar Fabiano de Cristo, no bairro Dom Bosco, o curso gratuito de teatro para crianças, ministrado pelo ator Gilberto Antunes, da Cia Etc. e Tal. As atividades estão marcadas para começar às 9h e seguem até o meio dia, com o objetivo de trabalhar o teatro para as relações humanas, desenvolvendo a noção de grupalidade, além da concentração e dinâmica corporal.

Além da atividade matutina do Ponto de Cultura, estão abertas as inscrições para oficina gratuita de Contação de História, comandada pela equipe do grupo NHOC Contadores de Histórias. As atividades acontecem de 18 a 22 de maio na sede do NEFA, das 19h às 22h. O total de 20 vagas é reservado ao público de professores, educadores e a comunidade em geral interessados pela arte de contar histórias. O trabalho consiste na técnica de memorização, expressão corporal, vocal e análise de histórias – para que, no fim do curso, o aluno já tenha um repertório básico para apresentar uma narrativa.

Calendário inicial de junho

Para o mês de junho o Ponto de Cultura NEFA já tem agendada a oficina de Maracatu e ritmos africanos, sob as ordens do Mestre Tiriba – professor do Conservatório de Música Popular de Itajaí. O batuque acontece nos dias 2, 3, 4, 6 e 7 sempre das 19h às 22h, no espaço de ensaios do NEFA.  As inscrições gratuitas podem ser feitas na secretaria do NEFA, das 14h às 18horas. As vagas são limitadas.

O Ponto de Cultura foi aprovado pelo Ministério da Cultura do Governo Federal para atuar por, no mínimo, três anos, sem custos de inscrição para  a comunidade de Itajaí. Além da programação fixa de oficinas e exposições que está ainda em fase de organização por parte da coordenação e equipe do Ponto, o espaço do NEFA está disponível para professores ou grupos da região que queiram realizar seus cursos e ensaios.

Para isso, basta entrar em contato com a coordenação do Ponto de Cultura pelo telefone (47) 9926-2654. Ou dirigindo-se pessoalmente à sede do Ponto de Cultura NEFA, na rua Eurico Adam, nº 118, próxima ao Angeloni da Rua Brusque. Horário de atendimento: das 14h às 18h.

Mais informações:

CIA ETC E TAL

Fundada em 1999, a Cia Manipuladora de Formas Etc e Tal tem o objetivo de estudar o fazer teatral, a manipulação corporal por meio de técnicas do teatro contemporâneo – com a participação em festivais, seminários, cursos e oficinas que tratassem do tema –,  a aplicação do trabalho aos corpos externos (bonecos) e objetos do cotidiano que possam ser animados. Com uma série de espetáculos apresentados e premiados em festivais nacionais, a Cia é comandada pelo ator e diretor Cidval Batista Jr. Há três anos trabalha com o projeto “Popularização Teatral”, com o intuito de levar espetáculos gratuitos para os Centros de Educação Infantil (CEIs) que se encontram em áreas de risco da cidade. Mais informações pelo email etcital@bol.com.br

NHOC CONTADORES DE HISTÓRIAS

Há sete anos atuando em Itajaí, o NHOC reúne contadores de histórias que trabalham a literatura oral popular – mundial, nacional e local. São histórias muitas vezes sem autor, que passaram por gerações boca a boca e hoje são preservadas nos livros. O grupo nasceu das rodas de contação de histórias que aconteciam no SESC Itajaí e, desde então, já circulou por inúmeros espaços culturais levando esta arte para crianças e adultos. Coordenado por Daniel dos Santos. Mais informações pelo email nhoc_contadores@yahoo.com.br

Serviço:
Abertura do Ponto de Cultura NEFA
Quando: 17 a 22 de maio
Atividades: Oficina de Contação de Histórias e Curso de Teatro para Crianças
Horários: 19h às 22h e 9h às 12h
Mais informações: Cidval Batista Jr., (47) 9926-2654
                                      www.twitter.com/nefa_
Imagens em alta resolução: www.nefa.art.br
Endereço: Rua Eurico Adam, 118 – Próximo ao Angeloni da Rua Brusque – Itajaí

Written by Luise Tietjen

maio 14, 2010 at 3:58 PM