Posts Tagged ‘sp

MIS recebe programação inédita do Festival Internacional Hors Pistes São Paulo em setembro

leave a comment »

Mademoiselle Else_Isabelle Prim_2010_2

Em parceria com o Centre Pompidou, de Paris, a terceira edição do Hors Pistes São Paulo(#HPSP) reúne a vanguarda da criação audiovisual nos dias 6 e 7 de setembro, com entrada gratuita. O festival de cinema e performance “fora da pista” exibe filmes inéditos de diretores independentes e apresenta pela, primeira vez no Brasil, o artista franco-brasileiro João Vieira Torres, que fará duas performances e ministrará uma oficina de roteiro e escrita experimental. Completa a programação uma edição especial do projeto Dança no MIS.

O MIS, instituição da Secretaria do Estado da Cultura, em parceria com o Centre Pompidou, de Paris, abre as suas portas à terceira edição do festival Hors Pistes São Paulo, nos dias 6 e 7 de setembro. Criado em 2006 pelo museu francês para ser uma plataforma das novas práticas da imagem em movimento, o festival apresenta na sua versão paulistana filmes independentes – a maioria deles inéditos no país – e performances ao vivo de cinema/vídeo expandido. A curadoria é de Marie Hippenmeyer.

Nesta edição, o #HPSP recebe o artista franco-brasileiro João Vieira Torres. Diretor de cinema, ator e performer, ele realiza a performance de abertura do festival, no dia 6 de setembro, e ainda ministra uma oficina de roteiro e escrita experimental, de 29 a 31 de agosto, para um grupo selecionado via convocatória no site do MIS. A oficina faz parte do processo de criação da nova obra do realizador, com título provisório de Aurora, que será apresentada no Centre Pompidou em 2015 – uma coprodução inédita entre os museus com o apoio da Embaixada da França no Brasil. Uma seleção de quatro curtas de sua autoria – o último acompanhado de uma performance que interage ao vivo com o filme A Falha na Paisagem – será exibida no dia 07 de setembro.

A programação do Hors Pistes São Paulo inclui ainda seis filmes, entre curtas, médias e longas-metragens. Os grandes destaques ficam por conta da estreia no Brasil do filme Atlas, do fotógrafo francês Antoine D’Agata, integrante da prestigiosa agência Magnum, e da vanguarda francesa com o filme inovador de Isabelle Prim, Mademoiselle Else, uma adaptação do romance de Arthur Schnitzler com Jean-Pierre Beauviala, fundador da empresa Aaton e inventor das câmeras de vídeo portáteis e do time code. Já a sessão de novos talentos de Tóquio se encerra com a redescoberta de The Deserted Archipelago (1968) de Katsu Kanai, cineasta japonês frequentemente lembrado como o “imperador do cinema underground” e o “mestre do surrealismo”. O filme apresentado em première no Brasil é um dos mais audaciosos poemas visuais já realizados. A programação completa pode ser conferida no sitedo MIS e no site do festival [www.horspistes-sp.com/].

Dança no MIS – Especial
Dando continuidade à parceria iniciada em 2013, o evento mensal Dança no MIS será realizado durante a programação do #HPSP. No dia 6, às 19h, o público poderá assistir à apresentação “Frágil(des)conforto” com Marina Salgado e Bruna Petito. O trabalho dialoga com composições musicais e imagens da artista Christel Veraart, baseada no Alaska. O projeto Dança no MIS tem curadoria de Natalia Mallo e une performance e audiovisual, com trabalhos site-specific. O foco é levar ao público apresentações de artistas que transitam por diferentes linguagens interferindo nos diversos espaços do museu.

Written by Luise Tietjen

setembro 1, 2014 at 1:05 PM

Publicado em Hors Pistes São Paulo

Tagged with , ,